SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue3Inhibition of equine arteritis virus by an antimicrobial peptide produced by Bacillus sp. P34The effect of feed intake containing whole cottonseed on blood parameters of Nellore bulls author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

On-line version ISSN 1678-4162

Abstract

SIQUEIRA, R.F.  and  FERNANDES, W.R.. Resposta hematológica de cavalos de enduro, que correram diferentes distâncias, no período pós-prova. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2017, vol.69, n.3, pp.543-550. ISSN 1678-4162.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-4162-9296.

O objetivo deste trabalho foi estudar as alterações hematológicas após provas de enduro de diferentes distâncias até 14 dias após a prova, período de recuperação metabólica e musculoesquelética, as quais ocorrem em cavalos treinados e que concluíram as competições em boas condições de saúde. Foram avaliados 32 cavalos Árabes, com 400 (±32kg), treinados para provas de enduro, que competiram em quatro provas nas categorias velocidade livre de 80km (n=13), 120km (n=14) e 160km (n=5). Amostras de sangue foram coletadas antes da largada (M0), imediatamente após a saída da última inspeção veterinária (M1) e três horas após (M2). Já nos respectivos haras, foram coletadas amostras aos três (M3), sete (M4) e 14 (M5) dias após a prova. Houve aumento dos valores de eritrócitos, hemoglobina e hematócrito após o término da prova em todos os cavalos, e esse aumento se manteve até três horas após a prova nos cavalos de 120 e 80km. Houve aumento do número de plaquetas em todos os cavalos, que permaneceu elevado até três horas após a prova e normalizou-se a partir do terceiro dia. Houve efeito (P<0,05) da prova sobre as variáveis eritrócitos, hemoglobina e hematócrito, do número de plaquetas, aumento na contagem de neutrófilos e diminuição da contagem de linfócitos após o término da prova e três horas depois, retornando ao normal a partir do terceiro dia. Um dado inédito deste estudo foi o aumento de eosinófilos sanguíneos após três dias da competição, que se manteve até o sétimo dia. Esse fato pode sinalizar a participação dessas células no processo de reparação. A avaliação dos componentes sanguíneos se mostrou uma importante ferramenta para a avaliação da recuperação dos animais. Como só foram avaliados cavalos que completaram a prova, as alterações encontradas após dias do esforço sinalizam a relevância de se estudarem melhor as etapas e os componentes da recuperação metabólica e muscular, a fim de não se cometerem excessos, retornando esses animais no tempo correto.

Keywords : cavalos de enduro; hemograma; pós-prova; recuperação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )