SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue5Virulence, resistance, and genetic relatedness of Escherichia coli and Klebsiella sp. isolated from mule foalsStudy of follicular and corpus luteum vascularization in mares treated with Equine Pituitary Extract using ultrasound color Doppler author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

On-line version ISSN 1678-4162

Abstract

SABES, A.F. et al. Alterações hemogasométricas em equinos submetidos à distensão do cólon menor. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2017, vol.69, n.5, pp.1083-1088. ISSN 1678-4162.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-4162-9354.

O objetivo do presente estudo foi avaliar a hemogasometria venosa de equinos com lesões isquêmicas induzidas experimentalmente no cólon menor. Foram utilizados oito equinos sadios, com idades entre cinco e oito anos, sem raça definida. Os animais foram submetidos à celiotomia e a quatro horas de obstrução intraluminal do cólon menor. Foram realizadas coletas de amostras de sangue imediatamente antes da indução anestésica (T0), no momento em que a anestesia foi estabilizada (T1), quatro horas após a obstrução intraluminal (T4), e, durante o pós-cirúrgico, as coletas foram realizadas em intervalos de 12 horas até completar 72 horas (T16, T28, T40, T52, T64 e T76). Notou-se em T4 alcalose metabólica, com compensação respiratória por meio da hipoventilação. Esse quadro de alcalose foi brando e transitório, retornando os valores normais para a espécie em T16, com 12 horas de desobstrução intestinal.

Keywords : cavalo; gases sanguíneos; obstrução.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )