SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue5Multiple Myeloma in dog with atypical clinical presentation of bilateral facial paralysis: case reportEscherichia coli and Salmonella ser. Saintpaul natural co-infection in a free-living ruddy ground dove (Columbina talpacoti): a case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

On-line version ISSN 1678-4162

Abstract

HARTMANN, H.F. et al. Refluxo gastroesofágico em cadelas durante ovário-histerectomia convencional submetidas a diferentes medicações pré-anestésicas. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2017, vol.69, n.5, pp.1231-1235. ISSN 1678-4162.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-4162-9389.

A doença do refluxo gastroesofágico decorre do fluxo de conteúdo gastroduodenal para o esôfago e/ou para os órgãos adjacentes, o que leva à ampla gama de sinais e implicações clínicas. É desconhecida a incidência de refluxo gastroesofágico transoperatório em caninos. O objetivo deste trabalho foi, por meio da endoscopia flexível, avaliar a presença do refluxo gastroesofágico em cadelas submetidas a ovário-histerectomia com base nos fármacos analgésicos utilizados na medicação pré-anestésica (morfina, tramadol ou metadona). Concluiu-se que não houve diferença na incidência de refluxo gastroesofágico transoperatório, não tendo os fármacos testados influenciado de forma diferente esse comportamento; porém, alguns animais do grupo morfina apresentaram êmese pré-operatória. A gravidade dos refluxos foi maior nas cadelas submetidas ao uso da metadona, de acordo com o método de avaliação utilizado para esta pesquisa.

Keywords : endoscopia; regurgitação transoperatória; pré-medicação; canino.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )