SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 suppl.2Development of airglow oh temperature imager for mesopheric studyMesospheric 2-Day waves observed simultaneously in the equatorial and low latitudes regions of Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Geofísica

versión impresa ISSN 0102-261X

Resumen

LIMA, Lourivaldo Mota et al. First observation of the diurnal and semidiurnal ocillation in the mesospheric winds over São João do Cariri-PB, Brazil. Rev. Bras. Geof. [online]. 2007, vol.25, suppl.2, pp. 35-41. ISSN 0102-261X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-261X2007000600005.

A atmosfera terrestre é um sistema que comporta oscilações periódicas as quais contribuem de maneira significativa na dinâmica da região da alta mesosfera e baixa termosfera. O fato das marés atmosféricas desempenharem um papel importante na dinâmica da média e alta atmosfera já é bem conhecido, e o propósito deste estudo é contribuir para um melhor entendimento acerca das oscilações diurna e semidiurna na região equatorial, utilizando para tanto os ventos meteóricos obtidos entre agosto de 2004 e agosto de 2005 sobre São João do Cariri, Brasil (7ºS, 36ºO). A partir da análise destes dados foi possível observar que os ventos médios, assim como as oscilações diurnas e semidiurnas, apresentaram além da variação temporal uma variabilidade em função da altura, tanto para a componente zonal como para a meridional. Os ventos médios na direção zonal mostram uma estrutura que é caracterizada por uma oscilação semi-anual, apresentando um escoamento para oeste na maior parte do tempo. Já o escoamento médio na direção meridional apresenta amplitudes menores do que as do zonal e apresenta uma oscilação anual. Em geral, as amplitudes das marés diurnas e semidiurnas para a componente meridional do vento foram maiores do que para a componente zonal. Os comprimentos de onda verticais das oscilações diurnas e semidiurnas foram determinadas a partir das estruturas de fase e apresentaram valores entre 20 e 30 km para a componente meridional. No caso das variações semidiurnas, os comprimentos de onda vertical calculados foram de 50 a 70 km durante os equinócios, quando as amplitudes da componente meridional foram mais intensas.

Palabras llave : marés atmosféricas; ventos médios; dinâmica da mesosfera; região meteórica.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés