SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue1Occupational vulnerability and health perception of employees of the Brazilian Unified Health System (SUS) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Estudos de População

Print version ISSN 0102-3098

Abstract

TRUZZI, Oswaldo Mário Serra. Padrões de nupcialidade na economia cafeeira de São Paulo (1860-1930). Rev. bras. estud. popul. [online]. 2012, vol.29, n.1, pp. 169-189. ISSN 0102-3098.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-30982012000100011.

O objetivo deste trabalho é apresentar e discutir as pautas matrimoniais vigentes em um município típico da economia cafeeira paulista, entre 1860 e 1930, tomando tal variável como indicador do vigor da identidade étnica e do grau de assimilação dos estrangeiros na sociedade local. São Carlos foi fundado em 1857 e conformou-se, a partir da penúltima década do século XIX, como um município bastante representativo da economia cafeeira que se desenvolveu no Estado. De fato, com uma mão de obra inicialmente composta por escravos negros, a partir dos anos 1880 o município passou a receber expressivas levas de imigrantes europeus - italianos, portugueses, espanhóis e outros numericamente menos significativos - para trabalhar nas plantações de café, a ponto de, em 1894, ter recebido o maior contingente de imigrantes de todo o interior paulista. A partir de uma análise dos 15.011 registros paroquiais de casamento observados no período, o trabalho discute a evolução das preferências matrimoniais desses diversos grupos que, ao lado de brasileiros brancos e negros, conformaram uma população estimada em 60 mil indivíduos em 1930. Os dados analisados indicam que a origem nacional atuou como condicionante muito significativo das opções matrimoniais efetivamente concretizadas até pelo menos final dos anos 1920. Assim, as evidências colhidas apontam que pelo menos as primeiras duas gerações de indivíduos de origem imigrante, que viveram em São Carlos até a Grande Depressão do final da década de 1920, mostraram-se bastante resistentes ao processo de assimilação, pelo menos sob o ângulo das pautas matrimoniais.

Keywords : Casamentos; Imigração; Endogamia; Etnicidade; Economia cafeeira; São Paulo.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese