SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue2The use of growth rates by age to identify the main stages of the demographic transition in BrazilCalibrated spline estimation of detailed fertility schedules from abridged data¹ author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Estudos de População

Print version ISSN 0102-3098

Abstract

GUIMARAES, Raquel Rangel de Meireles. Incertezas nas projeções populacionais: o estado da arte. Rev. bras. estud. popul. [online]. 2014, vol.31, n.2, pp.277-290. ISSN 0102-3098.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-30982014000200003.

O artigo apresenta, inicialmente, uma revisão crítica do estado da arte em projeções de população, focando em como a incerteza é tratada em três abordagens: no modelo clássico de coorte-componente; no modelo probabilístico frequentista; e no paradigma bayesiano. Em seguida, a análise se concentra sobre desenvolvimentos recentes nos modelos de projeções bayesianos de fecundidade, mortalidade e migração, os quais têm claramente se destacado na fronteira do conhecimento em demografia. Ao avaliar os méritos e limitações de cada abordagem, conclui-se que o paradigma bayesiano irá se destacar no futuro próximo como a abordagem mais promissora para as projeções de população, uma vez que combina a opinião de especialistas, as informações que os demógrafos têm disponíveis a partir de suas análises empíricas, assim como métodos estatísticos e computacionais sofisticados para lidar com a incerteza. Assim, a disponibilidade de previsões demográficas acuradas que levem em conta a incerteza pode melhorar a comunicação entre os demógrafos, permitindo uma maior flexibilidade na determinação das previsões demográficas.

Keywords : Projeções de população; Incerteza; Modelo de coorte componente; Abordagem frequentista; Abordagem bayesiana.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License