SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue1New technologies and workers' health: mechanization of sugar cane harvestingAscaris lumbricoides in infants: a population-based study in Rio de Janeiro, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

VAZQUEZ, M. Luisa et al. Incidência e fatores de risco de diarréia e infecções respiratórias agudas em comunidades urbanas de Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 1999, vol.15, n.1, pp. 163-172. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1999000100016.

Em estudo de intervenção educativa sobre diarréia e infecções respiratórias agudas (IRA) nos Municípios de Olinda e Recife, realizaram-se duas pesquisas domiciliares em uma amostra de famílias, com pelo menos uma criança abaixo de cinco anos, em abril-maio de 1992 e 1994. Foram estudadas 5.436 crianças. A incidência anual corrigida (IAC) de diarréia foi de 2,7 episódios por criança/ano, com uma incidência de 10,2% nas duas semanas prévias ao inquérito, estável para 1992 e 1994. Os fatores associados de forma constante a um maior risco de diarréia foram a idade da criança abaixo de dois anos, ausência de saneamento básico e de eletrodomésticos no domicílio. IAC de IRA foi de 9,5 episódios por criança/ano. A incidência de IRA foi de 41,0% em 1992 e de 32,6% em 1994, sendo a maioria de vias respiratórias altas (75,9%). Só o fator baixa idade mostrou associação com o maior risco de IRA. Os resultados indicam a importância que ambas patologias ainda têm na saúde das crianças menores de cinco anos, e, no caso da diarréia, a necessidade urgente de ampliar a cobertura dos serviços básicos visando ao impacto na redução da incidência.

Keywords : Diarréia; Infecções Respiratórias; Incidência; Fatores de Risco; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese