SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue5Evaluating pharmaceutical services for people living with HIV/AIDS in the city of Rio de JaneiroClinical research in developing countries: recent moral arguments author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311XOn-line version ISSN 1678-4464

Abstract

COUTINHO, Ziadir Francisco et al. Mortalidade por paracoccidioidomicose no Brasil (1980-1995). Cad. Saúde Pública [online]. 2002, vol.18, n.5, pp.1441-1454. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2002000500037.

Foram estudados 3.181 óbitos por paracoccidioidomicose no Brasil, a partir de séries temporais de 16 anos (1980-1995). No período, esta micose mostrou grande magnitude e baixa visibilidade, destacando-se como oitava causa de mortalidade por doença predominantemente crônica ou repetitiva, entre as infecciosas e parasitárias, e a mais elevada taxa de mortalidade entre as micoses sistêmicas. A taxa de mortalidade média anual foi de 1,45/milhão de habitantes, com tendência secular em queda (redução de 31,28%), a distribuição espacial não foi homogênea entre as diferentes regiões e Estados. O Sul, com a maior taxa regional, e o Sudeste apresentaram tendência a queda. A Região Centro-Oeste teve o segundo coeficiente mais alto do País, com tendência a ascensão. Houve registro de óbitos pela endemia em cerca de um quarto dos municípios brasileiros, estendendo-se por 22,71% de sua área. A densidade geral de óbitos foi de 3,73 óbitos/10.000km2. A doença prevaleceu como endemia nas áreas não metropolitanas. A taxa de mortalidade predominou em indivíduos do sexo masculino, com 84,75% dos óbitos e razão de masculinidade de 562 homens/100 mulheres. O grupo etário entre 30-59 anos foi o mais atingido, seguido dos indivíduos com 60 anos ou mais. O estudo mostrou que a taxa de mortalidade pode ser considerada como indicador para definir a doença como importante agravo de saúde no Brasil.

Keywords : Paracoccidioidomicose; Mortalidade; Epidemiologia; Micose Endêmica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License