SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número5A saúde bucal em pauta: análise de registros dos Conselhos Municipais de Saúde de municípios pertencentes à 17ª Regional de Saúde do Estado do Paraná, BrasilFecundidade e história reprodutiva de mulheres laqueadas e não laqueadas de Campinas, São Paulo, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311Xversão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

GIODA, Adriana  e  AQUINO NETO, Francisco Radler de. Considerações sobre estudos de ambientes industriais e não industriais no Brasil: uma abordagem comparativa. Cad. Saúde Pública [online]. 2003, vol.19, n.5, pp.1389-1397. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/S0102-311X2003000500017.

A qualidade do ar em ambientes industriais tem sido palco de estudos desde a segunda metade do século XX. Resultados bem documentados apontaram que a exposição prolongada a poluentes químicos, proveniente do consumo, produção, armazenamento etc., pode causar danos à saúde do trabalhador. Recentemente, estudos direcionados a ambientes não industriais mostraram correlações surpreendentes entre a qualidade do ar e os efeitos causados à saúde. O sistema de ventilação artificial tem sido a principal causa de reclamações e de um alto índice de absenteísmo. Os sintomas relacionados com a qualidade do ar em ambientes não industriais são reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde que os identifica como "Síndrome dos Edifícios Doentes". No Brasil, há poucos estudos relacionando qualidade do ar em ambientes fechados e saúde. O presente trabalho pretende mapear as pesquisas já realizadas no País, visando, com isso, incentivar novos estudos nessa área, em virtude de sua importância para a saúde da população.

Palavras-chave : Saúde Ocupacional; Poluição do Ar em Ambientes Fechados; Ambiente de Trabalho.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons