SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2The territorial basis of the Brazilian National Health System: mapping hospital networksPopulation-based surveillance of pediatric pneumonia: use of spatial analysis in an urban area of Central Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

TRAEBERT, J.; ALMEIDA, I. C. S.; GARGHETTI, C.  and  MARCENES, W.. Prevalência, necessidade de tratamento e fatores predisponentes do traumatismo na dentição permanente de escolares de 11 a 13 anos de idade. Cad. Saúde Pública [online]. 2004, vol.20, n.2, pp. 403-410. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2004000200007.

Este estudo objetivou determinar a prevalência do traumatismo dentário na dentição permanente e observar associações com fatores predisponentes. Foi realizado um estudo transversal com escolares de 11 a 13 anos de Biguaçu, Santa Catarina, Brasil. Os exames foram realizados por um cirurgião-dentista utilizando os mesmos critérios do Children's Dental Health Survey do Reino Unido. Foram observados tipo de dano, tratamento providenciado e necessidade, overjet incisal, adequabilidade da cobertura labial, idade, sexo e nível de educação dos pais. Foram examinadas 2.260 crianças e as prevalências encontradas foram: 10,4%, 10,6% e 11,2% aos 11, 12 e 13 anos, respectivamente. A necessidade de tratamento foi de 6,3 incisivos por mil examinados. Escolares do sexo masculino e com overjetmaior que 5mm tiveram mais traumatismo dentário do que escolares do sexo feminino e com overjetincisal até 5mm. Cobertura labial inadequada e nível de educação dos pais não estiveram estatisticamente associados com o traumatismo dentário. Concluiu-se que ser do sexo masculino ou ter um overjetincisal maior do que 5mm aumenta a chance de sofrer traumatismo dentário.

Keywords : Fraturas; Traumatismos Dentários; Saúde Bucal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese