SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2Dental caries experience in children at public and private schools from a city with fluoridated waterPerception of prenatal care among clients of the Brazilian National Health System (SUS): a comparative study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

COUTO, Fábio David et al. Polimorfismo C677T no gene da MTHFR e hemoglobinas variantes: um estudo em recém-nascidos de Salvador, Bahia, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2004, vol.20, n.2, pp. 529-533. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2004000200021.

O polimorfismo C677T no gene da MTHFR tem sido associado ao aumento dos níveis séricos de homocisteína.total (tHcy), descrito como fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Oitocentos e quarenta e três recém-nascidos (RNs), de duas maternidades diferentes, uma pública e a outra privada, em Salvador, Bahia, Brasil foram triados para o polimorfismo C677T por PCR e RFLP. A freqüência do alelo T foi de 0,23 e as prevalências dos genótipos C/T e T/T foram de 36,2% e 5,3%, respectivamente. A freqüência do alelo T diferiu e a prevalência do genótipo T/T foi mais elevada entre os RNs da maternidade privada. O perfil de hemoglobinas (Hb) foi determinado por HPLC em 763 RNs. A freqüência de Hbs variantes foi mais elevada entre os RNs da maternidade pública Tsylla Balbino do que na maternidade privada do Hospital Santo Amaro. A associação do polimorfismo C677T e o perfil de Hbs foram estudados em 683 RNs, apresentando freqüência elevada da coexistência do alelo T e Hb variantes. Estes resultados podem ser utilizados como base para estudos futuros sobre riscos potenciais de eventos vaso-oclusivos nestes indivíduos.

Keywords : Recém-nascidos; Polimorfismo; Hemoglobinopatias.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English