SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número6Composição dos gastos privados com medicamentos utilizados por aposentados e pensionistas com idade igual ou superior a 60 anos em Belo Horizonte, Minas Gerais, BrasilAvaliação antropométrica de adolescentes Kamayurá, povo indígena do Alto Xingu, Brasil Central (2000-2001) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311Xversão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

TIENSOLI, Luciana Oliveira; GOULART, Lúcia Maria Horta de Figueiredo; RESENDE, Luciana Macedo de  e  COLOSIMO, Enrico Antônio. Triagem auditiva em hospital público de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil: deficiência auditiva e seus fatores de risco em neonatos e lactentes. Cad. Saúde Pública [online]. 2007, vol.23, n.6, pp.1431-1441. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/S0102-311X2007000600018.

O objetivo do trabalho foi estimar a prevalência de deficiência auditiva em crianças de hospital público de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, e investigar sua associação com fatores de risco descritos na literatura. O estudo transversal, retrospectivo, analisou 798 neonatos e lactentes, avaliados no Programa de Triagem Auditiva Neonatal Universal entre junho de 2002 e dezembro de 2003. Foram pesquisados os fatores de risco estabelecidos pelo Joint Committee on Infant Hearing em 1994, e por Azevedo em 1996, além da prematuridade. A prevalência de deficiência auditiva foi de 1,8% (15 casos). Foi realizada análise multivariada por regressão logística para verificação da associação entre fatores de risco e perda auditiva, que revelou associação estatisticamente significativa (valor p < 0,05) entre perda auditiva e: suspeita de surdez por parte dos familiares, hiperbilirrubinemia (exsangüíneo transfusão), medicação ototóxica, peso ao nascer menor que 1.500g. Confirma-se prevalência significativa de déficit auditivo em neonatos e lactentes; portanto, deve ser dada atenção aos fatores de risco que aumentam as chances de ocorrência do problema. Verifica-se a importância de programas de saúde auditiva que contemplem prevenção, diagnóstico precoce e intervenção.

Palavras-chave : Perda Auditiva; Fatores de Risco; Triagem Neonatal; Saúde Infantil [Saúde Pública].

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons