SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue8HIV prevalence, AIDS knowledge, and condom use among female sex workers in Santiago, ChileEstablishment of criteria and outcome indicators for hospital pharmacies in Brazil using Delphos author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GONCALVES, Andrea T. Cadaval et al. Câncer de mama: mortalidade crescente na Região Sul do Brasil entre 1980 e 2002. Cad. Saúde Pública [online]. 2007, vol.23, n.8, pp. 1785-1790. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000800005.

O câncer de mama é apontado como o tipo de câncer mais prevalente no mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, observando-se diferenças inter-regionais. Foi realizado um estudo ecológico de série temporal (1980-2002) na Região Sul, com dados anuais do Departamento de Informação e Informática do SUS (DATASUS), para avaliar o comportamento do coeficiente de mortalidade por câncer de mama, padronizado por idade. Utilizou-se regressão linear simples e múltipla para estimar as taxas de mortalidade e as diferenças entre os três Estados. O Rio Grande do Sul parte de um patamar mais elevado e apresenta maior taxa média de mortalidade (14,45), sendo significativamente diferente (p < 0,001) quando comparado com Santa Catarina (8,93) e Paraná (9,95). Observou-se um aumento anual de 0,47 óbito na taxa de mortalidade por câncer de mama, independente do Estado. Conclui-se que há uma tendência similar de aumento da mortalidade por câncer de mama nos três Estados da Região Sul, com índices significativamente maiores no Rio Grande do Sul, enfatizando-se a importância da identificação dos fatores relacionados a esse quadro alarmante e o estabelecimento de medidas efetivas a fim de reverter esses números.

Keywords : Neoplasias Mamárias; Coeficiente de Mortalidade; Saúde da Mulher.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese