SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Premenstrual symptoms and syndrome according to age at menarche in a 1982 birth cohort in southern BrazilComplete treatment of uncertainties in a model for dengue R0 estimation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CAMARGOS, Mirela Castro Santos; MACHADO, Carla Jorge  and  RODRIGUES, Roberto Nascimento. Expectativa de vida para idosos brasileiros em 2003, segundo diferentes níveis de incapacidade funcional. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.4, pp. 845-852. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008000400015.

Informações sobre o número de anos a serem vividos com incapacidade funcional possibilitam direcionar políticas públicas que visem a diminuir o número de anos nestas condições. Desagregadas segundo diferentes níveis de incapacidade, podem ensejar o desenho e implementação de ações mais específicas e eficazes. O objetivo deste estudo foi medir a expectativa de vida livre de e com incapacidade funcional para os idosos brasileiros em 2003, por sexo e idade, utilizando diferentes níveis de incapacidade funcional. Empregou-se o método de Sullivan, combinando a tábua de vida e as prevalências de incapacidade funcional. Foram utilizadas as tábuas de vida publicadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e as prevalências de incapacidade da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Os principais resultados indicam que, aos 60 anos, a expectativa de vida dos homens era de 19 anos, 39% com incapacidade funcional leve, 21% com incapacidade moderada e 14% com incapacidade funcional grave. Nessa mesma idade, a expectativa de vida das mulheres era de 22 anos (56%, 32% e 18% com incapacidades funcionais leve, moderada e grave, respectivamente).

Keywords : Idoso; Expectativa de Vida Ativa; Idoso Débil.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English