SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número10Complicações de facectomias como causa de baixa visual em uma população com 50 ou mais anos de idade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

BRITO, Maria Edileuza Felinto de et al. Perfil clínico-epidemiológico da leishmaniose tegumentar americana no Engenho Pinto, Município de Moreno, Região Metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.10, pp. 2445-2448. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008001000025.

A leishmaniose tegumentar americana incide em todas as regiões do Estado de Pernambuco, Brasil, onde se apresenta em expansão, com o surgimento de focos em novas áreas, como o Município de Moreno, na região metropolitana do Recife. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência da infecção e identificar os casos autóctones de leishmaniose tegumentar americana. Em abril de 2006, realizou-se um inquérito populacional por meio da aplicação de um questionário e do teste de intradermoreação de Montenegro a 481 indivíduos do Engenho Pinto, dos quais 47% eram do sexo masculino e 74% menores de 30 anos. Cento e quarenta e quatro (30%) indivíduos apresentaram reação positiva ao teste. Dentre estes, cinco apresentaram lesões ativas, 41 foram curados após quimioterapia e um curado espontaneamente. A RIFI realizada nos soros de 89 indivíduos apresentou 36% de positividade. A alta prevalência aponta para a expansão epidemiológica da doença nessa área da região metropolitana, fato preocupante, pois não há medidas eficazes para o controle da leishmaniose tegumentar americana, a não ser uma conscientização ecológica para minimizar o risco de infecção.

Palavras-chave : Leishmaniose; Infecção; Prevalência.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês