SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número2Medicamentos excepcionais para doença renal crônica: gastos e perfil de utilização em Minas Gerais, BrasilInteração entre consumo alimentar e polimorfismos da GSTM1 e GSTT1 no risco para o câncer de cabeça e pescoço: estudo caso-controle em São Paulo, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

POLETTO, Juliana; HARIMA, Helena Aiko; FERREIRA, Sandra Roberta Gouvea  e  GIMENO, Suely Godoy Agostinho. Hiperuricemia e fatores associados: um estudo transversal com nipo-brasileiros. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.2, pp.369-378. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/S0102-311X2011000200018.

O objetivo deste estudo transversal foi estimar a prevalência de hiperuricemia e fatores associados entre nipo-brasileiros. Obtiveram-se informações sobre variáveis demográficas, de saúde, dietéticas e bioquímicas. O teste qui-quadrado e razões de prevalências foram utilizados como medidas de associação. 35,3% dos sujeitos tinham hiperuricemia e esta acometeu, principalmente, tabagistas, homens, com faixa etária > 55 anos, com outras comorbidades, em uso de drogas hiperuricemiantes, com creatinina sérica elevada, com maior ingestão de álcool e menor de laticínios. Em análise múltipla permaneceram significantes as associações com o sexo, excesso de peso, obesidade central, hipertrigliceridemia e uso de medicamentos. Entre os homens, o menor consumo de gorduras saturadas associou-se à hiperuricemia. Entre hipertensos ocorreu associação negativa com o consumo de laticínios. A alta prevalência de hiperuricemia indica que mudanças no perfil nutricional e controle das comorbidades associadas podem contribuir para minimizar a ocorrência dessa anormalidade.

Palavras-chave : Hiperuricemia; Dieta; Nipo-Brasileiros.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons