SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número7Política e intermedicalidade no Alto Xingu: do modelo à prática de atenção à saúde indígenaExcesso de peso: determinantes sociodemográficos e comportamentais em adultos, Brasil, 2008 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

RAFAEL, Roberio Antonio Alencar et al. Relacionamento probabilístico: recuperação de informações de óbitos infantis e natimortos em localidade no Maranhão, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.7, pp.1371-1379. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000700012.

Neste estudo utilizou-se método do relacionamento probabilístico de registros para estimar o sub-registro das informações sobre natimortos e óbitos infantis no Estado do Maranhão, Nordeste do Brasil, em 2008. Relacionaram-se os registros do Sistema de Informações Hospitalares (SIH) (N = 374.418) e do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) (N = 26.597), com utilização de softwares para extração, identificação e processamento dos dados. Observou-se sub-registro de 9,7% de natimortos, 12,0% de óbitos neonatais e 5,3% de pós-neonatais. Nos municípios maiores a correção do coeficiente de mortalidade infantil foi superior a 19%. A superioridade de informações de óbitos infantis do SIH foi de 6,5% (municípios < 25 mil habitantes), 2,0% (municípios de 25-80 mil habitantes) e 8,3% (municípios > 80 mil habitantes). As inconsistências ocorreram por não preenchimento de variáveis, informações discordantes para um mesmo evento e ausência completa de registro do óbito. O método utilizado mostrou-se útil para recuperação de dados de óbitos para o SIM a partir do SIH.

Palavras-chave : Sub-Registro; Sistemas de Informação; Mortalidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons