SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número8Medidas de atividade física e fragilidade em idosos: dados do FIBRA Campinas, São Paulo, BrasilEfetividade, produtividade e capacidade de realização de transplantes de órgãos nos estados brasileiros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

MEDEIROS, Decio et al. Prevalência de sibilância e fatores de risco associados em crianças no primeiro ano de vida, residentes no Município de Recife, Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.8, pp.1551-1559. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000800010.

Verificar a prevalência de sibilância no primeiro ano de vida em lactentes da cidade do Recife, Pernambuco, Brasil e identificar fatores de risco a ela associados. Estudo realizado segundo o protocolo do Estudio Internacional de Sibilancia en Lactantes (EISL) em crianças com idades entre 12 e 15 meses. A amostra foi analisada segundo a presença ou não de sibilância. Foram entrevistados 1.071 pais por crianças com idades entre 12 e 15 meses. A prevalência de sibilância no primeiro ano de vida foi de 43%, sem diferenças quanto aos gêneros. O relato de sibilância no primeiro ano de vida foi associado a ter tido pneumonia, ter familiares com asma, mais de nove episódios de infecções de vias aéreas superiores e primeiro episódio de resfriado antes de seis meses de idade (p < 0,001). A prevalência de sibilância no primeiro ano de vida entre lactentes da cidade do Recife é alta. Início precoce e número elevado de resfriados, ter familiares com asma e ter pneumonia foram fatores associados aos quadros de sibilância nessas crianças.

Palavras-chave : Sons Respiratórios; Asma; Lactente; Fatores de Risco.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons