SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número6Fatores associados ao consumo adequado de frutas e hortaliças em escolares de Santa Catarina, BrasilPrevalência do exame preventivo de câncer do colo do útero em Rio Branco, Acre, Brasil, e fatores associados à não-realização do exame índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

DUARTE-CUNHA, Mônica; SOUZA-SANTOS, Reinaldo; MATOS, Haroldo José de  e  OLIVEIRA, Maria Leide W. de. Aspectos epidemiológicos da hanseníase: uma abordagem espacial. Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.6, pp.1143-1155. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/S0102-311X2012000600013.

O objetivo foi identificar o padrão espacial da ocorrência da hanseníase em Duque de Caxias, município de alta endemicidade da doença no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Foram selecionados todos os casos novos de hanseníase registrados no banco do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), entre 1998 e 2006. Realizou-se análise por período subdividido a cada três anos, seguido de análise espacial por meio da estimativa bayesiana empírica local e do cálculo da autocorrelação espacial global (Moran) e local (LISA). A análise mostrou melhora acentuada do quadro epidemiológico, com o diagnóstico mais precoce. Houve redução da proporção de casos com grau II de 13,6% para 8,6% (p = 0,04). Verificou-se aumento da detecção de casos com forma indeterminada, de 10,3% para 18% (p = 0,00). A análise espacial identificou cluster na faixa sul-noroeste, não relacionado diretamente às ações de campanhas ou descentralização, mostrando ser uma ferramenta importante para identificação de áreas críticas da endemia e para avaliação do impacto das ações estratégias de combate à doença.

Palavras-chave : Hanseníase; Análise Espacial; Doenças Endêmicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons