SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número10Prevenção de doenças em idosos: os equívocos dos atuais modelos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

ROSA, Maria Inês da et al. Tratamento de doença periodontal e risco de parto prematuro: revisão sistemática e metanálise . Cad. Saúde Pública [online]. 2012, vol.28, n.10, pp.1823-1833. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/S0102-311X2012001000002.

Os eventos que levam à prematuridade ainda não são completamente compreendidos. Foi realizada uma revisão sistemática quantitativa para avaliar os efeitos do tratamento de doença periodontal durante a gravidez para prevenir o nascimento prematuro e baixo peso ao nascer. A metanálise incluiu estudos randomizados de grávidas com diagnóstico de doença periodontal antes de 20 semanas de gestação. O risco relativo (RR) com intervalos de 95% de confiança (IC95%) foi calculado. Avaliou-se os desfechos prematuridade e baixo peso ao nascer. Foram incluídos 13 estudos, comparando 3.576 mulheres em grupos de intervenção com 3.412 mulheres que receberam tratamento habitual. A metanálise mostrou uma redução não significativa nos partos prematuros (RR = 0,90; IC95%: 0,68-1,19) e baixo peso ao nascer (RR = 0,92; IC95%: 0,71-1,20). O gráfico de funil revelou clara evidência de viés de publicação. Em resumo, o tratamento periodontal em mulheres grávidas não pode ser considerado uma forma eficiente de reduzir a incidência de parto prematuro ou baixo peso ao nascer.

Palavras-chave : Doenças Periodontais; Nascimento Prematuro; Recém-Nascido de Baixo Peso; Revisão; Metanálise.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons