SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1Diferenças regionais na mortalidade associada à influenza A H1N1 pandêmica no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

PACHECO-MAGANA, Lilian E. et al. Validação do auto-relatório na localização de resíduos sólidos com análise de Procusto no contexto de uma iniciativa comunitária participativa. Cad. Saúde Pública [online]. 2013, vol.29, n.1, pp.195-201. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/S0102-311X2013000100022.

O estudo é parte de uma iniciativa comunitária de gerenciamento integral de resíduos sólidos, baseada na "epidemiologia popular" e em uma pesquisa de ação participativa. Aqui está sendo proposto um método de validação de dados espaciais (ordenadas e abscissas) de resíduos sólidos auto-relatados pela comunidade. A localização dos pontos foi realizada por 76 moradores da localidade de La Nopalera (Yautepec, Morelos, México), e comparada com os relatórios de três especialistas em saúde ambiental. A concordância foi explorada com análise de Procusto. Os especialistas identificaram 23 pontos de concentração de resíduos sólidos, ao passo que a comunidade localizou apenas 22. Foram verificadas diferenças mínimas na localização, escala e orientação. A estatística de Procusto mostrou 95% de concordância entre leigos e especialistas. Os resultados sugerem que o conhecimento popular constitui uma fonte de informação válida em estudos epidemiológicos, e que seus erros de medição podem ser quantificados. A metodologia simples descrita poderá ser usada em futuros estudos de "epidemiologia popular" ou aproximações similares.

Palavras-chave : Localizações Geográficas; Auto-Relato; Estudos de Validação.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons