SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número8Prevalência de disfunção sexual em primigestas, no Município de Rio Branco, Acre, BrasilMaterial particulado e internação hospitalar por hipertensão arterial em uma cidade brasileira de porte médio índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

TEJADA, Cesar Augusto Oviedo et al. Fatores associados à cessação do tabagismo no Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2013, vol.29, n.8, pp.1555-1564. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/0102-311X00120412.

O tabaco é apontado como a droga com maior porcentual de dependência entre as drogas aditivas e, também, como o maior causador de mortes evitáveis. Nesse sentido, este estudo visou a encontrar os determinantes de cessação do tabagismo para a população brasileira com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2008. Foram analisadas informações socioeconômicas, de zona e região de residência, de saúde e hábitos dos indivíduos. A análise dos dados envolveu estimações utilizando-se a regressão de Poisson. Os resultados mostram que fatores como ter 45 anos ou mais, possuir renda mais elevada, ter consultado médico nos últimos 12 meses, ter plano de saúde, praticar exercícios físicos, acreditar que o tabaco faz mal à saúde, que a fumaça do cigarro compromete a saúde dos fumantes passivos, e ter Internet no domicílio se relacionam positivamente com a cessação do tabagismo. Além disso, pessoas com problemas cardíacos, diabetes e câncer mostraram uma maior propensão a deixar de fumar.

Palavras-chave : Abandono do Uso de Tabaco; Tabaco; Fatores Socioeconômicos.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons