SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Autonomy for financial management in public and private healthcare facilities in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GAMA, Helena et al. Uso de medicamentos por pessoas sem-teto no Porto, Portugal. Cad. Saúde Pública [online]. 2014, vol.30, n.1, pp.207-212. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00006113.

O objetivo foi descrever os padrões de uso de medicamentos entre adultos sem-teto da cidade do Porto, Portugal. Avaliamos por entrevista pessoal 146 participantes recrutados em quatro instituições de serviços sociais. Descrevemos a prevalência e principais fatores associados ao uso de medicamentos de diferentes grupos da classificação ATC (Anatomical Therapeutic Chemical). Um total de 56,8% dos sem-teto relatou ter usado pelo menos um medicamento na semana anterior. Os mais frequentemente utilizados foram benzodiazepinas (21,9%) e antipsicóticos (15,1%); não se observou relação estatisticamente significativa com características sociodemográficas, estilos de vida ou utilização de cuidados de saúde e o uso desses medicamentos. A prevalência foi de 1,4% para anti-inflamatórios e antirreumáticos, e 6,2% para anti-hipertensivos, diuréticos e agentes bloqueadores beta. Os medicamentos mais utilizados pertencem ao grupo ATC de sistema nervoso, enquanto os destinados ao tratamento de outras condições comuns crônicas e agudas parecem ser subutilizados.

Keywords : Sem-Teto; Uso de Medicamentos; Farmacoepidemiologia.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )