SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número3O estado atual da pesquisa sobre as dimensões sociais, políticas e legais do HIVAvaliação econômica no âmbito das doenças raras: isto é possível? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311X

Resumo

BASTOS, Leonardo Soares; OLIVEIRA, Raquel de Vasconcellos Carvalhaes de  e  VELASQUE, Luciane de Souza. Obtendo razões de chance prevalentes de modelos de regressão logística em estudos transversais. Cad. Saúde Pública [online]. 2015, vol.31, n.3, pp.487-495. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00175413.

Nas últimas décadas, tem sido discutido o uso da razão de prevalência (RP) ao invés da razão de chance como a medida de associação a ser estimada em estudos transversais. Discute-se as principais dificuldades no uso de modelos estatísticos para o cálculo da RP: problemas de convergência, disponibilidade de ferramentas e pressupostos não apropriados. O objetivo deste estudo é implementar uma abordagem direta para estimar a RP com base em modelos logísticos binários baseados em dois métodos propostos por Wilcosky & Chamblers, e comparar com outros métodos. Utilizou-se três exemplos e comparou-se as estimativas bruta e ajustada da RP obtidas pela função com as estimativas obtidas pelos modelos log-binomial, Poisson e razão de chance prevalente (RCP). As RP da abordagem proposta resultaram em valores próximos aos obtidos pelos modelos log-binomial e Poisson, e a RCP superestimou a RP. O modelo aqui implementado apresentou as seguintes vantagens: não apresenta instabilidade numérica; assume a distribuição de probabilidades adequada; e está disponível no programa estatístico R.

Palavras-chave : Razão de Prevalências; Modelos Logísticos; Estudos Transversais.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )