SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número5Autopercepção positiva de saúde em idosos: estudo populacional no Sul do BrasilEvolução e impacto do trabalho infantil na saúde de indivíduos adultos no Brasil entre 1998 e 2008 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311Xversão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

MARQUES, Adilson et al. Correlatos sociodemográficos da prática de atividade física de portugueses adultos nos momentos de lazer. Cad. Saúde Pública [online]. 2015, vol.31, n.5, pp.1061-1070. ISSN 1678-4464.  https://doi.org/10.1590/0102-311X00101614.

O objetivo do estudo foi identificar os correlatos sociodemográficos associados à atividade física dos adultos portugueses nos momentos de lazer. Sujeitos com idades entre os 31-60 anos (1.076 homens, 1.383 mulheres) foram categorizados como fisicamente ativos ou pouco ativos, de acordo com as recomendações da atividade física (≥ 10 MET.horas/semana ou < 10 MET.horas/semana). A atividade física foi autorreportada. O teste do qui-quadrado e regressões logísticas foram aplicados aos dados. Para os homens, um estatuto socioeconômico elevado estava associado ao cumprimento das recomendações da atividade física (OR = 1,89; IC95%: 1,30-2,76; p = 0,001). Para as mulheres, o nível educacional médio (OR = 1,36; IC95%: 1,01-1,85) e um estatuto socioeconômico médio (OR = 1,45; IC95%: 0,80-1,91; p = 0,009) estavam associados a cumprir as recomendações da atividade física. Homens e mulheres apresentaram diferentes correlatos associados à prática de atividade física. Intervenções com o objetivo de melhorar os níveis de atividade física devem considerar os diferentes correlatos identificados.

Palavras-chave : Atividades de Lazer; Atividade Motora; Adulto.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )