SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número9Fatores sociodemográficos e ocupacionais associados aos ganhos e perdas percebidos por trabalhadores de uma universidade pública frente à proximidade da aposentadoria índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

SCHNEIDERS, Roberto Eduardo et al. Fatores associados à taxa de difusão das inovações: um estudo piloto desde a perspectiva do Sistema Único de Saúde. Cad. Saúde Pública [online]. 2016, vol.32, n.9, e00067516.  Epub 01-Set-2016. ISSN 1678-4464.  https://doi.org/10.1590/0102-311x00067516.

As análises de impacto orçamentário exigem um conjunto de informações essenciais sobre inovação em tecnologias da saúde, inclusive taxas esperadas de adoção. Nas últimas décadas, verifica-se ausência de estudos internacionais sobre tendência, tamanho do impacto orçamentário e determinantes das taxas de difusão das inovações tecnológicas em saúde. O estudo propõe uma avaliação preliminar dos principais determinantes das taxas de difusão de inovações tecnológicas no Sistema Único de Saúde (SUS). Foram coletados dados do Departamento de Informática do SUS (DATASUS) para identificar os principais determinantes das taxas de difusão das inovações tecnológicas em saúde no Brasil, especificamente em relação às inovações farmacêuticas incorporadas pelo Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) no SUS. No DATASUS, foram recuperados dados relativos a pacientes que haviam utilizado um dos medicamentos incorporados pelo CEAF pelo menos três anos antes do início do estudo (2015) para o tratamento de cada doença especificada. Assim, foram analisadaos dados de pacientes que utilizaram 10 diferentes medicamentos no presente estudo. Os resultados do modelo de regressão beta inflacionado demonstraram maior influência sobre taxas de difusão das inovações farmacêuticas em decorrência de: número de concorrentes farmacêuticos disponíveis no CEAF para tratamento da mesma doença (negativo); medicamentos utilizados em combinação com outros medicamentos (positivo) e medicamentos inovadores dentro do SUS (positivo). São necessários mais estudos sobre as taxas de difusão das inovações tecnológicas em saúde, incluindo uma gama maior de doenças e de medicamentos, potenciais fatores de confusão e outras variáveis que possam influenciar as taxas de adoção de inovações tecnológicas pelos diferentes sistemas de saúde.

Palavras-chave : Difusão de Inovação; Avaliação da Tecnologia Biomédica; Avaliação em Saúde.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )