SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número10Teste de HIV solicitado e espontâneo: um estudo de base populacional com mulheres de uma cidade do Sul do BrasilSoroprevalência de infecção pelo Trypanosoma cruzi na população rural do Estado de Sucre, Venezuela índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

CARDENAS-CARDENAS, Luz Mery; CASTANEDA-ORJUELA, Carlos Andrés; CHAPARRO-NARVAEZ, Pablo  e  HOZ-RESTREPO, Fernando De la. Fatores individuais e climáticos associados à infecção respiratória aguda em crianças colombianas. Cad. Saúde Pública [online]. 2017, vol.33, n.10, e00028216.  Epub 26-Out-2017. ISSN 1678-4464.  https://doi.org/10.1590/0102-311x00028216.

O estudo teve como objetivo examinar a associação entre história de infecção respiratória aguda (IRA) e fatores individuais e ambientais tais como clima, precipitação e altura acima do nível do mar em crianças colombianas. Foi realizada uma análise secundária dos dados de 11.483 crianças colombianas cujas mães foram entrevistadas pela Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde de 2010. A variável dependente era história de IRA informada pela mãe ou cuidador(a). As variáveis independentes foram expressas em nível individual, de cluster e municipal. No nível individual, consideramos as características individuais e de saúde das crianças; em nível de cluster, incorporamos a altitude acima do nível do mar e em nível municipal, incluímos a precipitação e o clima médio anual. A associação entre história de IRA e variáveis independentes foi avaliada com um modelo de regressão logística multinível. A história de IRA mostrou associação significativa com idade (OR = 0,61; IC95%: 0,48-0,79), pertencer a grupo indígena (OR = 1,51; IC95%: 1,16-1,96) e estrato socioeconômico médio ou muito baixo (OR = 2,03; IC95%: 1,25-3,30 e OR = 1,75; IC95%: 1,08-2,84, respectivamente). Identificamos interação entre desnutrição infantil aguda e precipitação anual média. As crianças com desnutrição aguda e aquelas de municípios com precipitação anual alta mostraram um risco significativo 3,6 vezes maior de história de IRA (OR = 3,6; IC95%: 1,3-10,1). As condições individuais e a precipitação são fatores de risco para história de IRA em crianças colombianas. Os resultados podem ser úteis para compreender a ocorrência de IRA em crianças vivendo em países tropicais com características semelhantes.

Palavras-chave : Doenças Respiratórias; Pré-escolar; Análise Multinível.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )