SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número5Saberes e práticas sobre controle do Aedes aegypti por diferentes sujeitos sociais na cidade de Salvador, Bahia, BrasilO foco no contexto da vizinhança na autoavaliação da saúde no Estudo Pró-Saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos de Saúde Pública

versão impressa ISSN 0102-311Xversão On-line ISSN 1678-4464

Resumo

MELANDA, Francine Nesello et al. Violência física contra professores no espaço escolar: análise por modelos de equações estruturais. Cad. Saúde Pública [online]. 2018, vol.34, n.5, e00079017.  Epub 28-Maio-2018. ISSN 0102-311X.  https://doi.org/10.1590/0102-311x00079017.

Objetivou-se identificar associações de fatores sociodemográficos, do trabalho e do ambiente escolar com a ocorrência de violência física no espaço escolar contra professores. Trata-se de um estudo transversal com professores que atuavam há pelo menos um ano no Ensino Fundamental ou Médio da rede estadual de Londrina, Paraná, Brasil. Foram selecionadas, por conveniência, as 20 escolas com o maior número de professores do município. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas e questionários autopreenchidos, nos anos de 2012 e 2013. Violência física foi definida como relatos de tentativas ou agressões físicas, com o uso de armas brancas ou de fogo, nos 12 meses anteriores à pesquisa. Modelos de equações estruturais foram utilizados para a análise dos dados. Dos 937 docentes elegíveis para a pesquisa, 789 (84,2%) foram entrevistados. A frequência de relatos de vitimização por violência física na escola foi de 8,4%. As condições de trabalho (número de locais e tipo de contrato de trabalho) apresentaram efeito direto sobre a violência física (p = 0,032), assim como ter vivenciado outras situações de violência na escola (p = 0,059). A idade (até 40 anos) apresentou relação indireta com a violência física, correlacionando-se com piores condições de trabalho. Com base nesses resultados, destaca-se a importância de melhora das condições de trabalho dos professores e de implantação de ações de prevenção à violência na escola e na sociedade.

Palavras-chave : Violência no Trabalho; Docentes; Condições de Trabalho.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )