SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2Two new species of Alstroemeria L. (Alstroemeriaceae) from Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Botanica Brasilica

Print version ISSN 0102-3306On-line version ISSN 1677-941X

Abstract

LOMBELLO, Ricardo A.  and  FORNI-MARTINS, Eliana R.. Malpighiaceae: correlações entre hábito, tipo de fruto e número cromossômico básico. Acta Bot. Bras. [online]. 2003, vol.17, n.2, pp.171-178. ISSN 0102-3306.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062003000200001.

A família Malpighiaceae apresenta diferentes tipos de hábito, frutos e caracteres citogenéticos. Em geral, espécies lianas são consideradas as mais derivadas, seguidas, respectivamente, pelas arbustivas e arbóreas. O presente estudo propõe para Malpighiaceae uma relação entre a variação do número cromossômico básico e a derivação do hábito trepador e da morfologia dos frutos. Para estabelecer esta relação analisamos todas as contagens de cromossomos já relatadas para a família Malpighiaceae, sendo que a freqüência relativa destas contagens foi calculada para todos os gêneros estudados. Esta comparação mostrou a predominância de números cromossômicos baseados em x=5 ou 10 na sub-família Malpighioideae, predominantemente composta por lianas com frutos alados, enquanto que espécies de outros hábitos, com frutos não alados, apresentaram contagens baseadas em x=6, considerado o número básico menos derivado para a família, predominante na sub-família Byrsonimoideae. Baseados em consistentes dados estatísticos, e também na origem monofilética da família, admitimos a hipótese de que as derivações do hábito e dos tipos de fruto estão diretamente relacionadas com a variação do número cromossômico na família Malpighiaceae.

Keywords : Malpighiaceae; número cromossômico; número básico; hábito; tipos de fruto.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License