SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número3Myxobiota from the Serra de Itabaiana National Park, Sergipe State, Brazil: StemonitalesLeaf anatomy as a taxonomic tool for Briza Complex species (Poaceae: Pooideae: Poeae) índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Acta Botanica Brasilica

versión impresa ISSN 0102-3306

Resumen

BOEGER, Maria Regina Torres; BIU, Ciane  y  GOLDENBERG, Renato. Arquitetura foliar comparativa de Miconia sellowiana (DC.) Naudin (Melastomataceae) em diferentes fitofisionomias no Estado do Paraná, Brasil. Acta Bot. Bras. [online]. 2009, vol.23, n.3, pp. 657-665. ISSN 0102-3306.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062009000300005.

Estudos prévios sobre M. sellowiana, em quatro fitofisionomias no Estado do Paraná, Brasil, mostraram que suas folhas apresentaram uma grande plasticidade morfológica. Este trabalho objetivou dar continuidade ao estudo sobre a plasticidade da espécie, utilizando como indicadores as seguintes características foliares: área e massa, massa específica, espessura, ângulo, comprimento, diâmetro, porcentagem do tecido mecânico e volume do pecíolo, distâncias entre veias e densidade de venação. A análise dos componentes principais (ACP) mostrou que os dois primeiros componentes explicaram 78% da variância total. O componente principal 1 (CP1), representado pelos ângulo foliar, distância da veia principal até a margem, comprimento do pecíolo, densidade de venação, massa específica e massa seca foliar, explicou 56,06% da variância total, enquanto que o componente principal 2 (CP2), representado pela área foliar, explicou 12,62% da variância total. O CP1 mostrou dois agrupamentos: um entre os indivíduos da Floresta Ombrófila Mista e Floresta Ombrófila Densa Montana e outro entre os indivíduos da Estepe Gramíneo-Lenhosa e Floresta Ombrófila Alto-Montana. Para o CP2, a distribuição é mais homogênea entre as quatro fitofisionomias estudadas. A ACP sugere o mesmo gradiente mesomórfico-xeromórfico encontrado nos estudos anteriores para M. sellowiana, mostrando que os atributos morfológicos aqui estudados são também plásticos, respondendo as condições ambientais diferenciadas entreas quatro fitofisionomias.

Palabras llave : densidade de venação; formações florestais; morfologia foliar.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués