SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Padrões espaciais de dinâmicas da comunidade de arbórea num fragmento pequeno (4 ha) e perturbado podem ser detectadosLimitações ao uso de espécies florestais nativas pode contribuir com a erosão do conhecimento ecológico tradicional e local de agricultores familiares índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Botanica Brasilica

versão impressa ISSN 0102-3306

Resumo

FARIA, Flávia Santos  e  STEHMANN, João Renato. Biologia reprodutiva de Passiflora capsularis L. e P. pohlii Mast. (Decaloba, Passifloraceae). Acta Bot. Bras. [online]. 2010, vol.24, n.1, pp.262-269. ISSN 0102-3306.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062010000100028.

O subgênero Decaloba, ao qual pertencem as espécies de Passiflora L. com flores pequenas, é pouco estudado do ponto de vista reprodutivo, o qual pode contribuir para esclarecimento das relações filogenéticas no gênero Passiflora. O objetivo deste trabalho foi estudar a biologia reprodutiva e a polinização de populações de duas espécies desse subgênero, P. capsularis e P. pohlii, ocorrentes no estado de Minas Gerais. Determinou-se a receptividade do estigma, viabilidade dos grãos de pólen e a concentração do néctar. Foram realizadas polinizações controladas para verificar o sistema reprodutivo. Foram registrados os visitantes florais e a carga polínica. As flores de ambas as espécies abrem à noite; em P. pohlii a antese iniciou-se por volta das 3 h e a senescência ocorreu por volta das 11 h, já em P. capsularis, a abertura se deu no mesmo horário, mas a senescência ocorreu por volta das 14h. A concentração do néctar e viabilidade do pólen foram, respectivamente, 34,88 ± 7,66% e 80 ± 0,15% em P. pohlii e 22,33 ± 5,82% e 92 ± 0,06% em P. capsularis. Passiflora pohlii é alógama e autoincompatível, enquanto que P. capsularis é autógama e autocompatível. Passiflora pohlii teve como polinizadores três espécies de abelhas do gênero Ptiloglossa (Colletidae), enquanto que em P. capsularis os visitantes florais observados foram considerados pilhadores de pólen e néctar. A antese noturna encontrada nas espécies de Passiflora estudadas sugere haver uma relação evolutiva entre espécies de Passiflora subg. Decaloba e himenópteros com hábito noturno, especialmente abelhas do gênero Ptiloglossa.

Palavras-chave : abelhas; antese noturna; biologia floral; polinização; Ptiloglossa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons