SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue1Fire and dynamics of a woody community in the cerrado of Barra do Garças, Mato Grosso, BrazilPhytosociology of quartzitic and ferruginous rocky outcrop areas in the Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Botanica Brasilica

Print version ISSN 0102-3306

Abstract

SANTOS, Suzana Cyrino dos; BUDKE, Jean Carlos  and  MULLER, Adelcio. Regeneração de espécies arbóreas sob a influência de Merostachys multiramea Hack. (Poaceae) em uma floresta subtropical. Acta Bot. Bras. [online]. 2012, vol.26, n.1, pp. 218-229. ISSN 0102-3306.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062012000100021.

A ocorrência de bambúseas é comum em muitas fisionomias florestais, sendo que a elevada abundância destas espécies pode interagir com a regeneração de espécies arbóreas. Foi avaliada a regeneração de espécies arbóreas e de Merostachys multiramea Hack. em uma área de transição entre Floresta Ombrófila Mista e Floresta Estacional no Sul do Brasil e comparada a estrutura de regeneração da área entre dois e quatro anos após floração, frutificação e morte de M. multiramea. Foram alocadas 25 unidades amostrais de 100 m2 dispostas de forma aleatória, onde foram amostrados todos os colmos vivos de M. multiramea e indivíduos regenerantes de espécies arbóreas > 30 cm de altura e com perímetro à altura do peito < 15 cm. Foram amostrados 4.372 indivíduos vivos de bambu e 2.918 indivíduos regenerantes, pertencentes a 32 famílias e 75 espécies. A maioria das espécies é zoocórica, dependentes de luz para germinação e formadoras de dossel, porém, a abundância de indivíduos revelou maior contribuição de indivíduos autocóricos, tolerantes à sombra e de sub-bosque. A densidade de M. multiramea elevou-se ao longo dos quatro anos após período reprodutivo (p< 0,05), com aumento da altura média dos colmos (p<0,01), mas sem alteração no número médio de colmos (p=0,46). Uma NPMANOVA revelou diferenças significativas entre composição e respectivas abundâncias entre os levantamentos, com maior similaridade entre as amostras de dois anos após o período reprodutivo de M. multiramea. Houve aumento da riqueza específica ao longo do tempo, estando diretamente associada à abundância de M. multiramea (p=0,002), porém, com diminuição da uniformidade de abundâncias entre espécies em regeneração.

Keywords : dinâmica de mosaicos; estimadores de riqueza e diversidade; ecologia de comunidades; grupos ecológicos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese