SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue3Pericarp structure in Banisteriopsis C.B.Rob. and Diplopterys A.Juss. (Malpighiaceae): new data supporting generic segregation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Botanica Brasilica

Print version ISSN 0102-3306

Abstract

CAPUZZO, Juliana Pfrimer; ROSSATTO, Davi Rodrigo  and  FRANCO, Augusto César. Diferenças em características morfológicas e fisiológicas foliares entre Tabebuia aurea e T. impetiginosa estão relacionadas aos seus ambientes típicos de ocorrência. Acta Bot. Bras. [online]. 2012, vol.26, n.3, pp. 519-526. ISSN 0102-3306.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062012000300002.

Tabebuia é um gênero representativo do bioma Cerrado, ocorrendo em formações savânicas e florestais, que diferem em termos de microclima, disponibilidade hídrica e propriedades do solo. Neste trabalho foi realizado um estudo comparativo de parâmetros morfológicos e fisiológicos entre duas espécies, sendo Tabebuia aurea (Silva Manso) Benth. & Hook. f. ex S. Moore típica de ambientes savânicos, como o cerrado sensu stricto, enquanto T. impetiginosa (Mart. Ex DC.) Standl é tipicamente encontrada nas matas de galeria, que margeiam os cursos de água. As duas espécies foram amostradas em ambientes savânicos, expostas a condições semelhantes de alta luminosidade. A espécie savânica apresentou maiores valores de espessura foliar, massa foliar específica, espessura do pecíolo, assimilação máxima de CO2, condutância estomática, transpiração e concentração foliar de carotenóides. A espécie de mata destacou-se pelos maiores valores de área foliar específica, comprimento do pecíolo e de assimilação de CO2 em base de massa, parâmetros que contribuem para maior taxa de crescimento e de tolerância ao sombreamento. Esta distinção funcional entre as duas espécies em vários atributos foliares, mesmo quando situadas num mesmo tipo de ambiente, pode ser o resultado da história evolutiva dessas espécies em resposta às diferentes pressões seletivas nos ambientes típicos de ocorrência.

Keywords : assimilação de CO2; área foliar; cerrado; pigmentos fotossintéticos; Tabebuia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English