SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número5Prognostic factors in idiopathic pulmonary fibrosisTraumatic late cardiac tamponade: analysis of five cases índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Jornal de Pneumologia

versión impresa ISSN 0102-3586versión On-line ISSN 1678-4642

Resumen

CAMPOS, HERMIRA MARIA AMORIM et al. O retratamento da tuberculose no município do Recife, 1997: uma abordagem epidemiológica. J. Pneumologia [online]. 2000, vol.26, n.5, pp.235-240. ISSN 0102-3586.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-35862000000500003.

Objetivo: Este estudo descreve as características e analisa o acompanhamento de casos de retratamento ocorridos em residentes no município do Recife, no ano de 1997, com o objetivo de avaliar a importância deste grupo de doentes para a vigilância da tuberculose nos sistemas locais de saúde. Casuística e métodos: Foi realizado um estudo transversal com uma amostra de 240 casos de retratamento que representaram 16,2% dos casos de tuberculose notificados à Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Pernambuco, em 1997. Resultados: O abandono do tratamento anterior foi o principal motivo para o retratamento (55,8%), seguido por casos de recidiva da doença (39,2%). Os doentes eram predominantemente do sexo masculino, com idade entre 30 e 49 anos, com baixa ou nenhuma escolaridade, e apresentavam um predomínio da forma pulmonar. Chama a atenção que 42,7% dos casos de retratamento tinham história de dois ou mais tratamentos anteriores. Em relação ao desfecho do retratamento, 52,5% dos casos apresentaram resultado desfavorável. Entre estes, 44,2% dos indivíduos abandonaram o esquema terapêutico e 39,6% deles fizeram-no até o primeiro mês. Os casos que voltaram a tratar-se após recidiva apresentaram maior percentual de desfecho favorável de retratamento (64%) quando comparados com os casos que voltaram a tratar-se após falência ou abandono do tratamento anterior e esta diferença foi estatisticamente significante (c2 = 19,55; p < 0,01). Entre os casos da forma pulmonar de tuberculose, 27,1% reiniciaram a quimioterapia sem realizar a pesquisa do bacilo de Koch no escarro e apenas 5% realizaram cultivo com teste de sensibilidade. Encontrou-se ainda que 30,2% dos casos voltaram a tratar-se apenas com as drogas do esquema I. Conclusões: Os resultados encontrados apontam para a necessidade de implementar as atividades de assistência e seguimento dos casos de retratamento de tuberculose, de forma rotineira, no âmbito dos serviços de saúde. O tratamento com drogas adequadas e o acompanhamento dos doentes até a cura são métodos simples e baratos para prevenir o aparecimento de cepas de bacilos resistentes às drogas. Devem, portanto, ser entendidos como estratégias de fortalecimento do sistema de vigilância epidemiológica à tuberculose no nível local.

Palabras clave : Tuberculose; Tuberculose pulmonar; Retratamento; Sistemas locais de saúde; Epidemiologia; Brasil.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons