SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número6Entry point for the anterograde femur intramedullary nail: a cadaver studyIntraarticular calcaneal fracture: a clinical and biomechanical analysis índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista Brasileira de Ortopedia

versión impresa ISSN 0102-3616

Resumen

MIYAZAKI, Alberto Naoki et al. Avaliação dos resultados da sinovectomia por via artroscópica do cotovelo em pacientes portadores de artrite reumatoide. Rev. bras. ortop. [online]. 2009, vol.44, n.6, pp.491-495. ISSN 0102-3616.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162009000600006.

OBJETIVO: Rever os resultados funcionais da sinovectomia por via artroscópica de cotovelo em pacientes com artrite reumatoide. Métodos: Entre maio de 1999 e dezembro de 2005, 15 pacientes foram submetidos à sinovectomia do cotovelo pela técnica artroscópica. Três casos eram bilaterais, totalizando 18 cotovelos. Dois pacientes eram do sexo masculino e 13 do feminino. A média da idade era de 44 anos e cinco meses. O tempo médio de diagnóstico prévio da doença foi de seis anos e oito meses. Todos os pacientes tinham dor no período pré-operatório e em sete cotovelos havia instabilidade. A média das mobilidades articulares no período pré-operatório foi: flexão de 118º, extensão de -24º, supinação de 80º e pronação de 71º. Resultado: O seguimento pós-operatório médio foi de 39 meses. A média da mobilidade articular pós-operatória de flexão foi de 133º, extensão de -20º, supinação de 84º e pronação de 78º. Em nove cotovelos (50%) houve melhora do arco de movimento pós-operatório para amplitude de movimento funcional. Doze casos (66,6%) apresentaram resolução ou melhora da dor para um nível que não interferisse nas atividades de vida diária. Pelo método de avaliação de Bruce, os resultados foram: sete excelentes, três bons, dois regulares e seis ruins, com média de 85,5 pontos. Ocorreu recidiva da sinovite em seis casos (33,3%) e a progressão para osteoartrose em quatro (22,2%). CONCLUSÃO: A sinovectomia por via artroscópica do cotovelo em pacientes com artrite reumatoide propicia melhora da dor em 66,6% dos casos, porém, não leva a melhora significativa do arco de movimento.

Palabras clave : Artrite reumatoide; Cotovelo; Artroscopia.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons