SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4Hemiarthroplasty in the treatment of fractures of the femoral neckProspective randomized study comparing two anesthetic methods for shoulder surgery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ortopedia

Print version ISSN 0102-3616

Abstract

CHERTMAN, Carla et al. Estudo comparativo do arco de movimento da coluna lombar em indivíduos praticantes e não praticantes de esporte. Rev. bras. ortop. [online]. 2010, vol.45, n.4, pp. 389-394. ISSN 0102-3616.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162010000400008.

OBJETIVO: Comparar a amplitude de flexão e de extensão de tronco por meio de goniometria em atletas e não atletas, relacionando estes dados com o teste do ângulo poplíteo e dos músculos isquiotibiais. MÉTODOS: A amplitude de flexão e extensão de tronco foi avaliada em 50 indivíduos praticantes de esporte regularmente e 50 indivíduos não atletas, os quais não apresentavam nenhum tipo de sintomatologia dolorosa lombar, bem como algum sintoma que pudesse influenciar a realização dos testes. As mensurações foram realizadas por dois examinadores independentes consecutivamente por meio de goniometria. Os valores de flexão e extensão de tronco obtidos pela avaliação da goniometria foram correlacionados com o teste do ângulo poplíteo e de flexibilidade dos isquiotibiais, analisando-se a correlação estatística entre os mesmos. RESULTADOS: Os valores médios obtidos foram 130,7 (101,9) para flexão e 40,2 (36,4) para extensão. Verificou-se diferença estatisticamente significante entre o grupo de atletas e não atletas em relação aos parâmetros: goniômetro em flexão com o avaliador 1, goniômetro em flexão com o avaliador 2 e teste dos isquiotibiais. Não foi verificada diferença estatisticamente significante entre o grupo de atletas e não atletas em relação aos parâmetros: goniômetro em extensão com o avaliador 1, goniômetro em extensão com avaliador 2 e teste do ângulo poplíteo. CONCLUSÃO: Observa-se que a flexão do tronco apresenta valores mais elevados em indivíduos praticantes de esporte. A utilização de goniometria para mensuração de amplitude de tronco indicou valores variáveis entre os examinadores.

Keywords : Coluna vertebral; Artrometria articular; Atletas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese