SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número4Uso da biocerâmica no preenchimento de falhas ósseasAnálise biomecânica e histológica de músculos gastrocnêmios de ratas submetidas à lesão muscular e tratados com laserterapia de baixa intensidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Ortopedia

versão impressa ISSN 0102-3616

Resumo

SILVA, Carlos Francisco Bittencourt et al. Avaliação radiográfica da osteotomia proximal de abertura gradual da tíbia. Rev. bras. ortop. [online]. 2010, vol.45, n.4, pp. 439-443. ISSN 0102-3616.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162010000400017.

OBJETIVO: Avaliar radiograficamente indivíduos submetidos à osteotomia de abertura gradual da tíbia proximal com o objetivo de analisar a inclinação tibial proximal no plano frontal e no plano sagital e a altura patelar. MÉTODO: Foram incluídos no estudo 22 indivíduos operados no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO) para correção do desvio angular em varo da tíbia pela técnica de osteotomia de abertura gradual (OAG) com fixador externo monolateral da Orthofix. Foram analisados pacientes submetidos à OAG com término de tratamento entre janeiro de 2000 e dezembro de 2006. A técnica utilizada para a mensuração dos valores foi obtida através de radiografias em AP com carga e perfil com flexão a 30º dos joelhos operados. RESULTADOS: Não houve diferenças entre os valores dos índices de altura patelar e inclinação tibial pré-operatórios e pós-operatórios de significância estatística nos pacientes avaliados. CONCLUSÃO: A osteotomia tibial de abertura gradual representa uma técnica que evita os problemas apresentados pela osteotomia tibial proximal alta, pois ela é realizada sem promover alterações do mecanismo extensor, desequilíbrio ligamentar ou distorções na tíbia proximal.

Palavras-chave : Osteotomia; Osteoartrite; Tíbia [radiografia].

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português