SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1The achievement, affiliation and power motives: confirmatory validation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

ENGELMANN, Arno. A psicologia da gestalt e a ciência empírica contemporânea. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2002, vol.18, n.1, pp. 1-16. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722002000100002.

Wertheimer realizou um experimento que era explicado seguindo-se fatores holísticos gestálticos, e isto há mais de noventa anos. Apesar disso, estudos recentes demonstram a vivacidade desse tipo de explicação. Basicamente, ao se observar coisas do mundo, observa-se suas formas ou melhor suas Gestalten. A seguir, pode-se dividir essas Gestalten em partes. Porém cada parte será sempre parte daquela Gestalt que lhe deu inicio e não um elemento constituinte básico. A teoria da Gestalt não é exclusivamente psicológica, como o demonstraram principalmente Wertheimer, Köhler e Koffka. Iniciou-se com um experimento sobre a visão de movimentos correspondendo a estímulos estáticos, mas continuou propondo-se inclusive, de um lado, uma Gestalt física formada da corrente elétrica gestálticas dentro de um condutor ou, de outro, uma Gestalt sociológica formada de muitos seres humanos, como o dançar de pares ao som de um samba realizado por um grupo de músicos.

Keywords : Psicologia da Gestalt; teoria da Gestalt; epistemologia; história da psicologia; teoria geral de sistemas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese