SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Contexts of abstinence and setback in the recovery of chemical dependence author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

GIANORDOLI-NASCIMENTO, Ingrid Faria  and  TRINDADE, Zeidi Araujo. O que fazer quando o coração aperta? A dinâmica conjugal pós-infarto. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2002, vol.18, n.1, pp. 107-115. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722002000100012.

O trabalho investigou a dinâmica das relações conjugais após ocorrência de Infarto Agudo do Miocárdio em um dos cônjuges, a fim de identificar possíveis alterações na interação e no papel de cada cônjuge. Foram entrevistados 06 casais (30 a 53 anos casamento): 03 homens enfartados, 03 mulheres enfartadas (ocorrência entre 1,5 a 8 anos), com roteiros diferenciados para o (a) enfartado e o (a) companheiro. Nas entrevistas priorizamos: interações pessoais e conjugais pós-infarto/ diferenças de gênero. A análise de conteúdo evidenciou que predominaram nas relações conjugais aspectos que remetem ao papel tradicional de gênero, embora a dinâmica conjugal tenha sofrido algumas alterações frente ao impacto do infarto, por exemplo: aumento da divisão de tarefas domésticas, homens tornaram-se mais caseiros, mulheres começaram a participar da administração financeira, maior aproximação afetiva entre o casal. Tais considerações apontam que a ocorrência do infarto foi avaliada positivamente pelas mulheres em função das alterações de papéis e negativamente pelos homens frente às limitações e dependência.

Keywords : relação conjugal; Infarto Agudo do Miocárdio (IAM); diferença de gênero.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese