SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue2Technological revolutions and subjective transformationsThe structure of play and the regulation of relationships author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

GOUVEIA, Valdiney V. et al. Escala multi-fatorial de individualismo e coletivismo: elaboração e validação de construto. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2002, vol.18, n.2, pp. 203-212. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722002000200010.

O objetivo deste estudo foi apresentar uma medida multi-fatorial de atitudes individualistas e coletivistas, comprovando sua validade de construto e convergente. Partiu-se da tipologia de Triandis (1995), acrescentando dois novos componentes destes construtos: o protoindividualismo e o individualismo expressivo. Participaram do estudo 304 pessoas, a maioria do sexo feminino (62,5%), com idade média de 29 anos. Estes responderam a Escala Multi-Fatorial de Individualismo e Coletivismo (EMIC), a Escala de Identificação Endogrupal e uma lista de variáveis demográficas. Comprovou-se a estrutura multi-fatorial da EMIC através de uma análise fatorial confirmatória, que revelou índices aceitáveis de bondade de ajuste (c2/g.l. = 2,38, AGFI = 0,85 e RMSEA = 0,07). Os Alfas de Cronbach das subescales se situaram entre 0,34 (individualismo horizontal) e 0,68 (coletivismo horizontal). Todos os fatores de individualismo e coletivismo se correlacionaram diretamente com o seu respectivo atributo teórico; a única correlação não significativa foi do individualismo expressivo com o atributo pessoal expressivo (r = 0,08, p > 0,05). Concluiu-se que, comparando com medidas prévias, esta se mostrou adequada, embora se recomende a elaboração de novos itens para contemplar a dimensão do individualismo horizontal.

Keywords : individualismo; coletivismo; atitudes; identificação endogrupal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese