SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2Risk and protection: looking for an equilibrium that provides resilienceDevelopment of a subjective well-being scale author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

SANTOANTONIO, Jacqueline; YAZIGI, Latife  and  SATO, Emília. Adolescentes com Lúpus Eritematoso Sistêmico: um estudo por meio do método de rorschach. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2004, vol.20, n.2, pp. 145-151. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722004000200007.

Características da personalidade de adolescentes com Lúpus Eritematoso sistêmico (LES) foram estudadas por meio do método de Rorschach e da Escala Wechsler de Inteligência. A atividade da doença foi avaliada através do Índice de Atividade do LES (SLEDAI). Na Escala Wechsler, o QI médio do Grupo Índice foi menor que o do Grupo Controle. No Rorschach, as pacientes com lúpus apresentaram maior dificuldade nas relações interpessoais e na auto-estima, porém com recursos para processar afeto e tolerar estresse. Foi observada correlação positiva moderada entre o índice da atividade da doença e a proporção de constrição afetiva: quanto maior o escore do SLEDAI, menor a capacidade para processar emoção. A correlação entre o SLEDAI e o QI foi positiva: quanto maior o índice de atividade do LES, menos recursos intelectuais se mostram disponíveis.

Keywords : lúpus eritematoso sistêmico; adolescentes; Rorschach.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese