SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue3Personality in children with Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) using the Rorschach inkblot testWoodcock-Johnson III Battery of cognitive abilities: construct validity author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

ALMEIDA, Sandra Francesca Conte de; SANTOS, Maria Cristina Amélia Borges dos  and  ROSSI, Tânia Maria de Freitas. Representações sociais de professores do ensino fundamental sobre violência intrafamiliar. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2006, vol.22, n.3, pp. 277-286. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722006000300004.

Este estudo focaliza as representações sociais de professores do ensino fundamental acerca da violência intrafamiliar. A amostra foi de 94 professores de escolas públicas e privadas (Distrito Federal e Goiás), graduandos em Pedagogia. Na coleta de dados, aplicou-se um questionário visando apreender as representações sobre violência intrafamiliar, nas dimensões informação, campo das representações sociais e atitudes dos sujeitos diante de casos comprovados ou suspeitos de alunos vitimados pela violência intrafamiliar. Os resultados apontam contradições e ambivalências entre os sentimentos e as atitudes dos professores em relação ao fenômeno. Indicam, ainda, que a representação social da violência intrafamiliar, para grande parte dos sujeitos, ainda passa pela consideração do poder da autoridade paterna/familiar, que dá direito aos pais de educar seus filhos como melhor lhes convier, indicando a necessidade da capacitação de professores, no âmbito da formação inicial e continuada, para lidar adequadamente com a problemática da violência intrafamiliar, no cotidiano escolar.

Keywords : representações sociais; violência intrafamiliar; professores; relação entre família e escola.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese