SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue1Maternal feelings concerning child development at 12 months old: living with the child's new acquisitionsMathematical behavior: ordinal relations and transitive inference in pre-scholars author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

BATTIKHA, Ethel Cukierkorn; FARIA, Maria Cecília Correa de  and  KOPELMAN, Benjamin Israel. As representações maternas acerca do bebê que nasce com doenças orgânicas graves. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2007, vol.23, n.1, pp. 17-24. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722007000100003.

O nascimento de um bebê com doenças orgânicas graves tem profundas implicações na constituição do vínculo inicial mãe-bebê. O objetivo desta pesquisa é a investigação das representações psíquicas maternas acerca desse nascimento. Este estudo qualitativo está fundamentado no campo teórico-psicanalítico. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, individuais, com 11 mães no período de internação do bebê na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Os dados obtidos foram submetidos ao método de análise de conteúdo e revelaram que o nascimento do bebê com alterações orgânicas afeta a função materna já que desorganiza as representações que eram antes dirigidas ao bebê sadio imaginado, marcando uma tendência recorrente à equivalência desse bebê ao diagnóstico de sua doença. Este nascimento implica, portanto, o luto pelo filho desejado e o decréscimo da auto-estima materna. A participação nas entrevistas teve efeitos terapêuticos, sugerindo a necessidade de uma escuta analítica dessas mães durante o período de permanência do bebê na instituição hospitalar.

Keywords : Psicanálise; terapia intensiva neonatal; relações mãe-filho; bebês com problemas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese