SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número1Relacionamento conjugal, problemas de comportamento e habilidades sociais de pré-escolaresVínculos afetivos de adolescentes borderline e seus pais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

versão impressa ISSN 0102-3772

Resumo

GRZYBOWSKI, Luciana Suárez  e  WAGNER, Adriana. Casa do pai, casa da mãe: a coparentalidade após o divórcio. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2010, vol.26, n.1, pp. 77-87. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722010000100010.

A coparentalidade implica num interjogo de papéis que se relaciona com o cuidado global da criança, envolvendo responsabilidade conjunta dos pais pelo bem-estar desta. Foi realizado um estudo qualitativo com pais e com mães separados/divorciados, enfocando a temática da educação e da coparentalidade após o divórcio. Os resultados apontaram para a importância das variáveis conjugalidade e vínculos pais-filhos no exercício da coparentalidade, sendo esta atravessada também pela coabitação, o sexo dos pais e filhos e as condições financeiras dos progenitores. Revelaram, também, pais mais participativos ou desejosos de participar na educação dos filhos, bem como mães mais satisfeitas com a guarda e menos culpadas com suas escolhas, comparados com outros relatos da literatura, evidenciando um novo cenário pós-divórcio.

Palavras-chave : coparentalidade; divórcio; conjugalidade; vínculos; família.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português