SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue3Developmental levels in adult's conceptions of health and diseasePsychotherapy, pain and complexity: building the therapeutic context author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772

Abstract

BARBIERI, Valéria. Psicodiagnóstico tradicional e interventivo: confronto de paradigmas?. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2010, vol.26, n.3, pp. 505-513. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722010000300013.

A atividade psicodiagnóstica é valorizada na Psicologia por sustentar seu status científico e fundamentar a identidade profissional. Embora o Psicodiagnóstico Tradicional contraponha atividades avaliativas e terapêuticas, o Psicodiagnóstico Interventivo as aproximou, modificação que acarretou consequências epistemológicas e metodológicas. O presente estudo examinou essa alteração e suas consequências para o status científico da Psicologia e para a identidade profissional. Para tanto, realizou-se uma exposição dos paradigmas quantitativo e qualitativo de investigação e uma análise dos fundamentos epistemológicos e metodológicos dessas duas práticas. As conclusões revelam que o Psicodiagnóstico Interventivo encontra-se coerentemente baseado na perspectiva qualitativa, ao contrário do Tradicional, que apresenta embates paradigmáticos internos. Diante disso, o Psicodiagnóstico Interventivo oferece aos psicólogos um modelo de identificação profissional mais sólido que o Tradicional.

Keywords : epistemologia; metodologia; ciência; psicodiagnóstico tradicional; psicodiagnóstico interventivo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese