SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número4Rorschach: Normas para Adolescentes em Diferentes Etapas da VidaGait Attitude according to Socioeconomic Status in Self-reliant Elderly índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Psicologia: Teoria e Pesquisa

versão impressa ISSN 0102-3772versão On-line ISSN 1806-3446

Resumo

GOUVEIA, Valdiney Veloso. Psicologia Social como Ciência e Prática: O que Pensam Pesquisadores Brasileiros?. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2015, vol.31, n.4, pp.491-500. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-37722015042306491500.

O objetivo deste estudo foi conhecer como pesquisadores da Psicologia Social brasileira a concebem, considerando a dicotomia ciência-prática. Participaram 100 representantes de grupos de pesquisa dessa disciplina. Estes responderam questionário online com cinco partes: concepções da psicologia social, representantes da área, periódicos de referência, atitudes frente à disciplina como ciência aplicada e básica e informações demográficas. A psicologia social foi concebida como sócio-histórico-crítica, polarizando entre Silvia Lane e Aroldo Rodrigues. Considerou-se Psicologia & Sociedadec omo mais apropriada para publicações desta área, destacando-se internacionalmente o Journal of Personality and Social Psychology. As atitudes dos participantes a caracterizaram como mais aplicada. Concluindo, predomina a perspectiva abrapsiana no Brasil, divergindo alguns pesquisadores da psicologia social clássica.

Palavras-chave : psicologia social; crise; relevância; ciência básica; ciência aplicada.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )