SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35The Religiousness/Spirituality Dimension in Clinical Practice: An Integrative Review of the Scientific LiteratureOut-of-Body Experience Definition by Reports about Similar Experiences author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psicologia: Teoria e Pesquisa

Print version ISSN 0102-3772On-line version ISSN 1806-3446

Abstract

SALES, Jôse Lane  and  HERZOG, Regina. O estatuto de corpo na obra de Freud pós-1920. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2019, vol.35, e35420.  Epub Oct 28, 2019. ISSN 0102-3772.  http://dx.doi.org/10.1590/0102.3772e35420.

Na perspectiva psicanalítica, a concepção de corpo e organismo se distinguem, sobretudo pelo fato deo segundo ser pulsional. O presente artigo se propõe investigar o estatuto de corpo que emerge após 1920, no qual se situa esta radicalidade. A discussão está articulada ao postulado da pulsão de morte, momento em que a dimensão econômica ganha relevo na teoria freudiana. São privilegiadas na investigação as problemáticas do excesso pulsional e da representação psíquica. Aponta-se que o corpo pode apresentar manifestações que não se restringem à esfera representacional, como, por exemplo, o fenômeno da memória corporal. Destaca-se, ainda, a função da dor na constituição de corpo e a importância fundamental da alteridade no processo de subjetivação.

Keywords : corpo; psicanálise; pulsão de morte; representação psíquica; memória corporal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )