SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Meaning Indeterminacy in Socio-Pragmatic Studies: Theoretical and Methodological Divergence author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


DELTA: Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada

Print version ISSN 0102-4450On-line version ISSN 1678-460X

Abstract

OTTONI, Paulo. John Langshaw Austin e a Visão Performativa da Linguagem. DELTA [online]. 2002, vol.18, n.1, pp.117-143. ISSN 0102-4450.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-44502002000100005.

Austin surge no cenário da discussão sobre a linguagem num momento histórico preciso e será o porta-voz de todo um processo histórico da filosofia contemporânea ao revolucionar não só a filosofia analítica naquele momento, como também a lingüística enquanto ciência autônoma. Neste artigo, questiono o caminho e a supremacia do positivismo lógico nos estudos da linguagem, procurando analisar qual é o papel de Austin, neste processo, através da discussão dos conceitos de performativo, de ato de fala, de uptake e de ilocucionário que estão vinculados na sua obra de modo muito especial. Parto da hipótese de que Austin é um "desconstrutor". Denomino sua abordagem da linguagem de "visão performativa", pelo fato de haver nas suas reflexões um espaço conflitante que põe em discussão as fronteiras entre a filosofia e a lingüística nos estudos da linguagem.

Keywords : performativo; ilocionário; ato de fala; uptake; visão performativa.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License