SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34MÉTODO DE ALFABETIZAÇÃO GLOBAL DE CONTOS E O PAPEL DA LEITURA COMO RENOVAÇÃO DAS PRÁTICAS E MODERNIDADE PEDAGÓGICA (1918-1938)“CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS” COMO ACONTECIMENTO DISCURSIVO E DISPOSITIVO DE PODER/SABER índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação em Revista

versão impressa ISSN 0102-4698versão On-line ISSN 1982-6621

Resumo

ARAUJO, Kátia Costa Lima Corrêa de. O DEBATE DA POLÍTICA CURRICULAR E OS SENTIDOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (1996-2006): UMA ANÁLISE A PARTIR DA TEORIA DO DISCURSO. Educ. rev. [online]. 2018, vol.34, e173843.  Epub 12-Abr-2018. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698173843.

Este artigo trata de uma pesquisa cujo objeto de estudo é o debate da política curricular e os sentidos do estágio supervisionado (1996-2006), considerando demandas, articulação, hegemonia. Formulamos indagações como: quais demandas se hegemonizam nas políticas de currículo? Como os sentidos do estágio são construídos ao longo desse debate? Trabalhamos com a teoria do discurso de Ernesto Laclau defendendo que tal debate é um campo de articulação discursiva. O campo de estudo é a Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOPE) e o Ministério da Educação/ Conselho Nacional de Educação. Construímos um método de análise com base na teoria do discurso na perspectiva da desconstrução/problematização dos discursos, demonstrando como se opera a sua hegemonização. Os sentidos do estágio supervisionado resultam de práticas articulatórias entre as diferentes demandas produzidas, sob a influência do conflituoso debate em torno do conhecimento/modelos de formação e do currículo.

Palavras-chave : Política curricular; Estágio supervisionado; Hegemonia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )