SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34O DEBATE DA POLÍTICA CURRICULAR E OS SENTIDOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (1996-2006): UMA ANÁLISE A PARTIR DA TEORIA DO DISCURSOBENZER, ORAR E EDUCAR: PERCURSOS DE UMA CURADORA DA AMAZÔNIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação em Revista

versão impressa ISSN 0102-4698versão On-line ISSN 1982-6621

Resumo

MERKLE LINGNAU, Carina  e  NAVARRO, Pedro. “CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS” COMO ACONTECIMENTO DISCURSIVO E DISPOSITIVO DE PODER/SABER. Educ. rev. [online]. 2018, vol.34, e181284.  Epub 12-Abr-2018. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698181248.

A ideia de que internacionalizar a educação é tarefa da qual o ensino superior no país não pode escapar mobiliza as discussões realizadas ao longo deste artigo. Assim, a partir da premissa de que o chamado Programa Ciência sem Fronteiras se configura como um dispositivo de poder/saber, refletimos sobre as regularidades discursivas e os efeitos de poder vinculados a um conjunto de enunciados que tem como referencial a internacionalização da educação. Primeiramente, discutimos o programa como acontecimento discursivo e dispositivo de governamentalidade; em seguida, analisamos sequências enunciativas retiradas de um arquivo mais abrangente, composto por documentos e entrevistas feitas a sujeitos que tiveram uma experiência educacional com esse programa. As discussões encontram-se calcadas em levantamento bibliográfico, pesquisa documental e entrevistas narrativas (BAUER & GASKEL, 2002), Também valemo-nos do método arquegenealógico, com base em Foucault (1999, 2008, 2014, 2015), bem como Deleuze (2011), Veyne (2011) e Navarro (2004, 2011, 2015).

Palavras-chave : Discurso; Acontecimento; Dispositivo; Governamentalidade; Programa Ciência sem Fronteiras.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )